Loading...
biblioteca2019-01-07T13:34:00+00:00

A BIBLIOTECA DE SAMUEL SCHWARZ

Este acervo constitui uma parte importante do que foi a biblioteca de Samuel Schwarz, com características que o tornam único em Portugal. É composto por três grandes secções: a primeira, mais numerosa, é constituída por edições modernas, publicadas entre os anos de 1800 e 1953, data do falecimento de Samuel Schwarz; a segunda, consiste num conjunto de monografias antigas, impressas entre os séculos XVI e XVIII; por fim, um terceiro núcleo consta de um conjunto de livros em língua hebraica, intercalados com exemplares em iídiche. Este grupo, embora intersete os dois anteriores (com livros antigos e modernos), destaca-se não apenas pela sua especificidade temática e linguística, mas também por outras particularidades: muitas dessas edições em hebraico e iídiche provêm da Europa Central e de Leste, designadamente da Alemanha, Polónia e Lituânia, aí editadas no interlúdio entre as duas guerras mundiais.

Do ponto de vista temático, a biblioteca de Samuel Schwarz constitui um conjunto coerente, predominando os livros relacionados com a história, cultura e religião do povo judeu. Assim, obras sobre as práticas e doutrinas do judaísmo ou gramáticas e dicionários de hebraico estão lado a lado com algumas obras anti-judaicas e anti-semitas, impressas na época moderna e contemporânea. Também os textos bíblicos ocupam parte substancial do acervo, incluindo Bíblias traduzidas para línguas modernas (e.g., russo, polaco, alemão, esperanto) ou publicadas numa ou várias das suas línguas “canónicas”, como o hebraico ou o latim.

Catálogo da biblioteca
Obras digitalizadas